quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Placar Histórico: Bonsucesso 3 x 2 Botafogo em 11/08/1940.



Jornal Diário Carioca, 13/08/1940.

Surpresa é não acreditar na força suburbana. No dia 11/08/1940 em partida válida para o Campeonato Carioca, o Bonsucesso venceu com autoridade o Botafogo na Teixeira de Castro por 3 x 2. O primeiro tempo terminou com a vitória do Cesso por 1 x 0, gol de Orlandinho.  No início do segundo tempo, Gradim aumenta para o Cesso. Gallego fecha o placar a favor do rubro anil. Os gols do Bota foram marcados por Peracio e Patesko. O árbitro da partida foi o sr Pereira Peixoto.

Francisco, goleiro do Cesso, salta para uma defesa contra o ataque rubro negro. Foto: Jornal Diário Carioca, 09/07/1940.

Formação inicial:

Bonsucesso: Francisco; Salvador e Renganeschi; Arrese, Bibi e Otto; Gallego, Irineu, Gradim, Eunapio e Orlandinho.

Botafogo: Aymoré; Graham Bell e Araraquara; Zezé Procopio, Zezé Moreira e Canalli; Tadique, Zarcy, Paschoal, Peracio e Patesko. 

Fonte: Jornal Diário Carioca (Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional).

Página do Jornal Diário Carioca.

domingo, 31 de julho de 2016

Placar Histórico: Bonsucesso 1 x 0 Vasco em 26/07/1969.



A tradicional camisa do Cesso de listas verticais no Maracanã. Foto: Correio da Manhã, 27/07/69.

 

Quando o time é bom, vence em qualquer lugar, seja na Teixeira de Castro ou no Maracanã. No dia 26 de julho de 1969 o Bonsucesso venceu o Vasco por 1 x 0, no Maracanã, em partida válida pela Taça Guanabara (ocasião da competição ser independente do Campeonato Carioca). O gol do Cesso foi marcado por Jorge Félix aos 18 minutos do 1º tempo. O árbitro da partida foi Arnaldo César Coelho. O jogo registrou cinco expulsões, sendo duas do Vasco (Orlando e Valfrido) e três do Cesso (Renê, Lourival e Moraes).

Os times:

Bonsucesso: Jonas, Chiquinho, Dutra, Moises e Albérico; Renê; Lourival e Gibira (Didinho); Jorge Félix, Jair Pereira e Moraes.

Vasco: Pedro Paulo, Fidélis, Moacir, Orlando e Eberval; Alcir e Adilson; Luiz Carlos, Nei, Valfrido e Acelino.

Fonte: Jornal Correio da Manhã (Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional).

Correio da Manhã, 27/07/1969.

domingo, 24 de julho de 2016

Placar Histórico: Bonsucesso 2 x 2 Flamengo em 21/07/1929.



Manchete do Jornal O Paiz de 22/07/1929.

O ano de 1929 marcou a estreia do Cesso na elite do futebol carioca, contando com os cinco maiores no período, consagrados campeões cariocas: America, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco. O rubro anil da Leopoldina no seu 1º ano alcançou importantes resultados, como o de 21/07/1929. Nessa data, o Cesso recebeu o Flamengo em sua casa (Estrada do Norte) e empatou a partida em 2 x 2. Os gols do Cesso foram marcados por Octaviano (pênalti) no 1º tempo e Gradin no 2º tempo.

O jogo também registrou a agressão de alguns jogadores do Flamengo contra o árbitro da partida, o sr Octavio de Almeida ao marcar um pênalti a favor do Cesso no final do 2º tempo. Depois de sofrer a agressão, o árbitro recuou e não prosseguiu com a penalidade, terminando a partida sem incluir os descontos da paralisação pelo conflito.

Jornal O Paiz.

Os times:

Bonsucesso: Medonho; Heitor – Heitor – Alvarenga – Eurico – Badú – China – Octaviano – Gradin – Byda e Arubinha.

Flamengo: Amado; Hermínio – Rubens – Benevenuto – Favorino – Moura – Newton – Fragoso – Saes – Angenor e Moderato.

Os gols do Flamengo foram marcados por Moderato (1º tempo) e Chagas (2º tempo).
Na mesma tarde, em preliminar, o Bonsucesso bateu o Flamengo por 5 x 2 pelo Campeonato Carioca de segundos times.

Jornal A Noite.

Fontes: Jornais A Noite e O Paiz de 22/07/1929 – Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional.

domingo, 17 de julho de 2016

Placar Histórico: Vasco 2 x 3 Bonsucesso em 05/07/1942.



Jornal A Noite.

No dia 05 de julho de 1942 o Bonsucesso surpreendeu o Vasco em São Januário e venceu a partida por 3 a 2. Foi a 1ª vitória do Cesso no Campeonato e o rubro anil da Teixeira de Castro chegou abrir 3 x 0 na contagem. Os três gols do Cesso foram marcados por Arnaldo, dois no 1º tempo. O Vasco reagiu no 2º tempo por meio de Figliola que marcou os dois gols do time de São Januário. Segundo a matéria do jornal A Noite, um torcedor vascaíno faleceu durante o jogo. O sócio remido “foi acemtido de uma síncope, morrendo pouco depois”, informou o jornal.

Vasco 2 x 3 Bonsucesso.
Competição: Campeonato Carioca.
Data e local: 05/07/1942 – São Januário.
Árbitro: Durval Caldeira.
Gols: Arnaldo (17’ e 20’ / 1º T e 10’ / 2º T); Figliola (18’ e 38’ / 2º T).

Vasco: Roberto; Florindo e Oswaldo; Figliola, Noronha e Dacunto; Birilla, Ademir, Villadoniga, Ruy e Orlando.

Bonsucesso: Magdalena; Aralton e Tourinho; Filuca, Paulista e Careca; Lindo, Galego, Arnaldo, Irineu e Odir.

Fonte: Jornal A Noite, 06/07/1942 – Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Placar Histórico: Botafogo 1 x 1 Bonsucesso em 03/07/1932.



No dia 03 de julho de 1932 o Bonsucesso conseguiu um bom resultado ao visitar o Botafogo e empatar em 1 a 1 pelo Campeonato Carioca. O gol do Cesso foi marcado por Gradim. Os gols saíram no 1º tempo e o atacante rubro anil abriu o placar. Pelo Botafogo, Carlos Leite empatou.

Página de “Sport e Athletismo” do Diário Carioca.


 


Os times:

Botafogo: Victor; Benedicto e Rodrigues; Affonso, Martim e Canalle; Almir, Paulo, Carlos, Nilo e Celso.

Bonsucesso: Medonho; Fernandes e Heitor; Marcello, Eurico e Loló; Carlos, Francisco, Gradim, Leônidas e Miro.

Fonte: Jornal Diário Carioca de 05/07/32 – Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional.